Pular para o conteúdo principal

Exemplos de como um "espírita" diz e desmente o tempo todo

(Por Demétrio Correia)

Exemplos de como um "espírita" costuma dizer algo com firmeza e depois sai desmentindo o que havia dito na véspera.

MORALISMO

O "espírita" costuma ser taxativo, num primeiro momento, quando o assunto é sofrimento.

Ele vai logo dizendo para o sofredor "aceitar as desgraças" com resignação, e faz até apelos como "amar o sofrimento" ou "combater o seu pior inimigo que é você mesmo".

Diante da má repercussão de tais frases, que em certos casos podem incitar o suicídio - prática tão condenada pelo "espiritismo" brasileiro - os mesmos ideólogos recuam e dizem:

- Não, ninguém nasceu para sofrer. Todos nascemos para sermos felizes. Ninguém deve se auto-odiar, mas cultivar o amor próprio e fortalecer a autoestima.

CARIDADE

O "médium" que banca o dublê de ativista social costuma dizer sobre seu "projeto de caridade":

- Temos finalidade de transformar a sociedade e temos certeza que estamos construindo um mundo melhor. Com nossos donativos e nossas sopas, entre outros projetos, temos certeza que vamos oferecer qualidade de vida a milhares de pessoas.

Quando os resultados não alcançam o objetivo, em tese, desejado (não nos esqueçamos que os "espíritas" praticam Assistencialismo, ou caridade paliativa), eles então argumentam:

- Não foi possível realizar a caridade, com tamanhas dificuldades que encontramos no caminho.

Que dificuldades são essas a gente quer saber, já que os "médiuns" têm muito dinheiro para fazer turnês para espalhar a deturpação do Espiritismo no Brasil e no mundo...

FUTURO DA HUMANIDADE

Desobedecendo os ensinamentos de Kardec, que nunca acreditou em transformações rápidas da humanidade nem em datas pré-definidas para isso, os "médiuns" metidos a profetas - são os "falsos profetas" que Jesus de Nazaré falou em seu tempo - adoram um palpite.

Dizem que a humanidade entrará em "regeneração" em ano tal, supondo até mesmo os meses de ocorrência. Alguns, mais atrevidos, até misturam Astrologia com Astronomia para reforçarem suas teses "otimistas".

Eles não sabem dizer se o período será de progresso humano ou de sérios conflitos ainda resistentes, o que dá um caráter de estranheza para tais "previsões".

Por outro lado, assim que chega a data referida e nada acontece como se "previu", os "médiuns" recuam e ficam argumentando algo assim:

- Não foi possível haver o progresso, porque os espíritos inferiores não deixaram e haverá nova reunião dos espíritos superiores para verificar uma nova data para o progresso humanitário.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O "espiritismo" apoia Jair Bolsonaro?

(Por Demétrio Correia)
Um grande perigo ronda o Brasil.
É a ascensão de grupos fascistas, que são tomados de emoção cega e histérica.
É o lado selvagem da emotividade exagerada, que em aspectos mais dóceis se vê nas atividades do "espiritismo" brasileiro.
A ascensão de Jair Bolsonaro, ex-militar que segue a vida política como deputado federal, é algo que se tem que preocupar.
Sobretudo pela horda de fanáticos que não medem escrúpulos para impor suas opiniões.
O Brasil vive um perigo de ver a democracia sair de suas mãos e de sua bandeira ser suja pelo suor fedorento de direitistas entreguistas.
O Brasil se reduzirá à velha condição colonial anterior a 1822, e de forma piorada, apesar dos avanços tecnológicos dos últimos anos.
Haverá apenas mudança de contexto, até bem pior.
Pois não se terá exatamente o sistema de capitanias hereditárias como se víamos antes.
Teremos coronelismos locais e um presidente ditador ameaçando o povo brasileiro.
A situação é ainda mais preocupante…

"Espiritismo" cofirma seu apoio ao governo Michel Temer

(Por Demétrio Correia)
O jornal "Correio Espírita" veio com uma "pérola" do "espiritismo" brasileiro.
Assim, na cara dura, o periódico anuncia que a tal "Pátria do Evangelho" já foi inaugurada.
A desculpa é que as dificuldades e conflitos extremos em que vive o Brasil seriam "diagnósticos" de males que afligem os brasileiros há décadas.
Segundo o periódico, isso criaria condições para o "despertar dos brasileiros" por um "ideal de amor e fraternidade".
Seria também uma propaganda para tentar salvar Francisco Cândido Xavier, o maior deturpador que maculou gravemente a Doutrina Espírita no Brasil e no mundo.
Sabe-se que Chico Xavier difundiu esse papo de Brasil como "coração do mundo" e "pátria do Evangelho".
Não era uma ideia original.
Ela se inspirou no pretenso profetismo de Jean-Baptiste Roustaing no livro Os Quatro Evangelhos e adaptou ao clima ufanista do Estado Novo.
Mas ela também foi prec…

Um "Cruz e Sousa" fake trazido por Chico Xavier

(Por Demétrio Correia)
Pioneiro dos fakes, Francisco Cândido Xavier iniciou sua trajetória arrivista com um livro de poemas "do além", Parnaso de Além-Túmulo.
O livro se comprova uma coleção de pastiches literários, em muitos casos parecendo verdadeiras paródias, mas que a paixão religiosa deixou passar como "obra autêntica da espiritualidade superior".
Sim, a paixão religiosa, essa orgia sem sexo e nem dinheiro, mas tão mórbida e voltada para os gozos "do outro mundo", tão levianos e lascivos.
Sabe-se que Chico Xavier não realizou os pastiches sozinho e ainda se há de analisar as verdadeiras razões desse embuste literário, sem sucumbir à paixão religiosa que sempre protegeu o anti-médium mineiro.
Aqui vamos comparar um poema de João da Cruz e Sousa (1861-1898), poeta simbolista brasileiro, e um poema do suposto espírito, publicada na referida obra "mediúnica".
À primeira vista, os poemas são idênticos em estilo e mensagem, mas cabe aqui tomar …