Pular para o conteúdo principal

A verdadeira luta de Davi e Golias

(Por Ernesto de Almeida, via e-mail)

Davi e Golias se encontram para um duelo numa arena improvisada e lotada.

Golias, um gigante, inicia um discurso em que ele parece se definir pelo oposto que é:

- Eu, que sou tão pequeno e humilde, só me acho grandioso na infinitude de Deus.

Golias diz isso com voz macia e fala mansa. Forte, no entanto se diz um fraco que triunfou.

Davi reage, dizendo:

- Golias, as suas pregações são dotadas de muita falta de lógica, logo se vê que você é forte e está no lado dos tiranos da Terra.

Davi recebe vaias da plateia. Golias fica cabisbaixo, choroso, mas levanta a espada apenas para intimidar o rival e diz:

- Você paga por reajustes espirituais que contraiu em alguma vida em outros tempos.

- Que provas você tem que eu tenho que pagar? E que vida você supõe eu ter tido em outros tempos?

A plateia vaia Davi. E o juiz do duelo diz a Davi, repreendendo-o:

- Não faça perguntas. Lute e confie.

Golias fica quieto, triste, e lança seu refrão:

- Não vamos botar querosene nesse incêndio. Entendamos o miserável irmão, que apenas está agressivo. Eu apenas mostrei a espada só para encenar, pois sou a mansuetude plena, tão ligado que estou às forças do Alto.

Golias recebe aplausos.

- Golias, seu nome é Amor. A-morrrr!! - grita um exaltado na plateia.

Mais aplausos.

Davi reage:

- Ele distorce os ensinamentos vindos de Lyon. É um farsante, um mistificador que usa de bons aparatos para impressionar a plateia.

Mais vaias. Davi continua:

- Ele, mesmo com seu aparato de guerra, fala em Paz, em Amor. Julga apenas que só combate aqueles que supostamente precisam de algum resgate moral. Dizem que Golias ajudou muita gente, mas os resultados são medíocres e muito raros!

Mais vaias e, cada vez, mais barulhentas.

Davi se sente humilhado. Eis que ele começa a reagir com sua espada e avança em Golias.

Davi golpeia Golias, que mesmo segurando a espada não consegue reagir. Em vez disso, ele enche seu rosto de lágrimas, o que causa comoção à plateia, que grita "Ohhhh...".

Golias é atingido e, cabisbaixo, é derrotado. Davi sai vencedor. Mas, em vez dele ser aplaudido e receber o prêmio, é hostilizado por todos.

Ele foi declarado desclassificado e derrotado. Golias, morto, é considerado "figura mais pura" que os frequentadores da área já tiveram conhecimento.

No entanto, passam-se os tempos e os adeptos de Golias se revelaram, depois, meros deslumbrados da fé religiosa e da emotividade cega e sonhadora.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O "espiritismo" apoia Jair Bolsonaro?

(Por Demétrio Correia)
Um grande perigo ronda o Brasil.
É a ascensão de grupos fascistas, que são tomados de emoção cega e histérica.
É o lado selvagem da emotividade exagerada, que em aspectos mais dóceis se vê nas atividades do "espiritismo" brasileiro.
A ascensão de Jair Bolsonaro, ex-militar que segue a vida política como deputado federal, é algo que se tem que preocupar.
Sobretudo pela horda de fanáticos que não medem escrúpulos para impor suas opiniões.
O Brasil vive um perigo de ver a democracia sair de suas mãos e de sua bandeira ser suja pelo suor fedorento de direitistas entreguistas.
O Brasil se reduzirá à velha condição colonial anterior a 1822, e de forma piorada, apesar dos avanços tecnológicos dos últimos anos.
Haverá apenas mudança de contexto, até bem pior.
Pois não se terá exatamente o sistema de capitanias hereditárias como se víamos antes.
Teremos coronelismos locais e um presidente ditador ameaçando o povo brasileiro.
A situação é ainda mais preocupante…

"Espiritismo" cofirma seu apoio ao governo Michel Temer

(Por Demétrio Correia)
O jornal "Correio Espírita" veio com uma "pérola" do "espiritismo" brasileiro.
Assim, na cara dura, o periódico anuncia que a tal "Pátria do Evangelho" já foi inaugurada.
A desculpa é que as dificuldades e conflitos extremos em que vive o Brasil seriam "diagnósticos" de males que afligem os brasileiros há décadas.
Segundo o periódico, isso criaria condições para o "despertar dos brasileiros" por um "ideal de amor e fraternidade".
Seria também uma propaganda para tentar salvar Francisco Cândido Xavier, o maior deturpador que maculou gravemente a Doutrina Espírita no Brasil e no mundo.
Sabe-se que Chico Xavier difundiu esse papo de Brasil como "coração do mundo" e "pátria do Evangelho".
Não era uma ideia original.
Ela se inspirou no pretenso profetismo de Jean-Baptiste Roustaing no livro Os Quatro Evangelhos e adaptou ao clima ufanista do Estado Novo.
Mas ela também foi prec…

Divaldo Franco e o apoio à "farinata" de João Dória Jr.

Terrível gafe que Divaldo Franco, tido como "sábio" e "bem informado", cometeu quando foi apoiar João Dória Jr. e seu "Allimento" idealizado pela Plataforma Sinergia, deixando o prefake divulgar seu produto no encontro Você e a Paz na sua edição paulista.

O escândalo só não é maior porque a mídia reagiu em silêncio, apesar da camiseta ostentada pelo prefeito de São Paulo.