O ambiente sombrio que cerca uma "casa espírita" em Niterói

(Por Demétrio Correia)

Notem a foto ao lado, retirada do Google Street View.

No fundo, à esquerda, há o muro do Instituto Dr. March, uma das antigas "casas espíritas" existentes em Niterói.

Dr. March é considerado pelos "espíritas" o "governador espiritual" do Estado do Rio de Janeiro.

Ou seja, uma espécie de Luiz Fernando Pezão do além-túmulo.

O instituto que leva o nome do roustanguista (figuras como March, Dias da Cruz - nome de rua no Méier, no Rio de Janeiro - , Assis Carneiro e o famoso Adolfo Bezerra de Menezes eram adeptos de Jean-Baptiste Roustaing) é cercado de um ambiente puramente sombrio.

O próprio instituto tem uma arquitetura que lembra uma casa mal assombrada.

Em seu entorno, árvores "desencarnadas" por causa de ervas daninhas que parecem bonitas, caindo como longos fios cacheados.

Mas é só ver a vizinhança que se observa o ambiente terrível na rua Desembargador Lima Castro, junto ou nas proximidades do Instituto Dr. March.

Uma casa de construção modernista perece em ruínas, com um monte lixo acumulado no local.

Houve até uma tentativa de recuperar o local, mas houve desistência e a residência já começa a ser escondida com tanto lixo e entulho em volta.

Entre o Instituto Dr. March, se situam casas em ruínas e um monte de mato, desses que servem de cenário para estupro ou de locais para desova de corpos de assassinados.

Um cenário de decadência, junto a um lugar que se pressupõe portador de "luminosas energias".

Coincidência? Claro que não.

O "espiritismo" igrejeiro e medieval, que tem na Teologia do Sofrimento sua maior bandeira, tinha que atrair energias bastante sombrias.

E isso se mostra num ambiente que, além disso, é palco de constantes assaltos.

Casas em ruínas e matagais cercam a "casa espírita". Em horários de menor movimento de dia e durante toda a noite, torna-se um lugar ermo e dos mais perigosos.

Aos caminhantes que estão no Fonseca e querem ir para o Cubango, é mais lucro andar até a rua Vinte e Dois de Novembro e daí pegar a rua Noronha Torrezão.

O ambiente sombrio ao redor do Instituto Dr. March explica muito a que se reduziu o "espiritismo" brasileiro, depois de tanta deturpação. Entulho, ruínas, trevas e plantas parasitas.

Comentários