Pular para o conteúdo principal

Não há estudo que sequer sugira que animais vivam no mundo espiritual

(Por Demétrio Correia)

Há muita especulação sobre os animais de estimação irem para o mundo espiritual.

Supor que eles possam dar toda a alegria e prazer aos infortunados que acreditam receberem as tais "bênçãos" na vida futura.

Imaginar gatinhos, cãezinhos, canarinhos, coelhinhos etc povoando as "colônias espirituais", alegrando a população a circular nas relvas com pijamas branquinhos, é muito agradável.

Mas isso é muito irreal, e é uma fantasia de cunho materialista.

Supõe-se que animais tenham alma e que possam ter alguns arremedos de inteligência ou coerência.

Mas até os estudos neste sentido estão só no começo.

Allan Kardec, em O Livro dos Espíritos, até deu algumas noções, mas como a Ciência Espírita estava no começo, nada de concreto poderia se dizer sobre os bichinhos do além-túmulo.

Kardec se limitou a dizer que, após a morte, os animais viveriam numa espécie de erraticidade.

Ele mesmo tinha consciência de que muitos estudos careciam a respeito.

Isso também se refere à vida espiritual, à qual não se tem uma concepção realmente coerente.

Sabe-se apenas que vida espiritual existe, o espírito vive etc e tal.

Mas não há a menor tese plausível do que possa ser o mundo espiritual.

Todavia, não bastasse os "espíritas" brasileiros, muito catolicizados, fizerem fantasias sobre o mundo espiritual, se lá se serve suco de açaí ou se casais praticam sexo, ainda perguntam se verão filhotes de gatos e cachorros correndo nas relvas das "colônias espirituais".

Não há ainda um estudo sério a respeito.

O que se tem, quando muito, são falsos estudos para corroborar devaneios materialistas.

Há fachada acadêmica para tudo, até o nazi-fascismo criou "estudos" para afirmar suas teses malignas.

Se o mundo espiritual é um enigma, a presença de gatinhos, cãezinhos, canarinhos, oncinhas pintadas, zebrinhas listradas e coelhinhos peludos é mais mistério ainda.

Sonhar com um mundo espiritual de contos de fadas ainda fará muito "espírita" cair da cama...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O "espiritismo" apoia Jair Bolsonaro?

(Por Demétrio Correia)
Um grande perigo ronda o Brasil.
É a ascensão de grupos fascistas, que são tomados de emoção cega e histérica.
É o lado selvagem da emotividade exagerada, que em aspectos mais dóceis se vê nas atividades do "espiritismo" brasileiro.
A ascensão de Jair Bolsonaro, ex-militar que segue a vida política como deputado federal, é algo que se tem que preocupar.
Sobretudo pela horda de fanáticos que não medem escrúpulos para impor suas opiniões.
O Brasil vive um perigo de ver a democracia sair de suas mãos e de sua bandeira ser suja pelo suor fedorento de direitistas entreguistas.
O Brasil se reduzirá à velha condição colonial anterior a 1822, e de forma piorada, apesar dos avanços tecnológicos dos últimos anos.
Haverá apenas mudança de contexto, até bem pior.
Pois não se terá exatamente o sistema de capitanias hereditárias como se víamos antes.
Teremos coronelismos locais e um presidente ditador ameaçando o povo brasileiro.
A situação é ainda mais preocupante…

"Espiritismo" cofirma seu apoio ao governo Michel Temer

(Por Demétrio Correia)
O jornal "Correio Espírita" veio com uma "pérola" do "espiritismo" brasileiro.
Assim, na cara dura, o periódico anuncia que a tal "Pátria do Evangelho" já foi inaugurada.
A desculpa é que as dificuldades e conflitos extremos em que vive o Brasil seriam "diagnósticos" de males que afligem os brasileiros há décadas.
Segundo o periódico, isso criaria condições para o "despertar dos brasileiros" por um "ideal de amor e fraternidade".
Seria também uma propaganda para tentar salvar Francisco Cândido Xavier, o maior deturpador que maculou gravemente a Doutrina Espírita no Brasil e no mundo.
Sabe-se que Chico Xavier difundiu esse papo de Brasil como "coração do mundo" e "pátria do Evangelho".
Não era uma ideia original.
Ela se inspirou no pretenso profetismo de Jean-Baptiste Roustaing no livro Os Quatro Evangelhos e adaptou ao clima ufanista do Estado Novo.
Mas ela também foi prec…

Divaldo Franco e o apoio à "farinata" de João Dória Jr.

Terrível gafe que Divaldo Franco, tido como "sábio" e "bem informado", cometeu quando foi apoiar João Dória Jr. e seu "Allimento" idealizado pela Plataforma Sinergia, deixando o prefake divulgar seu produto no encontro Você e a Paz na sua edição paulista.

O escândalo só não é maior porque a mídia reagiu em silêncio, apesar da camiseta ostentada pelo prefeito de São Paulo.